para você entra em forma com saúde

Dieta da Proteína

A dieta da proteína funciona para quem precisa perder peso rapidamente e tem como promessa um emagrecimento sustentável com apenas algumas restrições de alimentos, além disso a grande promessa dessa dieta é não causar o efeito sanfona.

Dieta da Proteína

Como Funciona a Dieta da Proteína

A dieta da proteína é uma forma de emagrecimento criada para todos os indivíduos que desejam emagrecer com um método rápido e prático, atentando-se ao cardápio que deverá ser seguido para que o mesmo possa distribuir resultados favoráveis de acordo com as expectativas dos realizadores.

Este tipo de alimentação que é cultivada por meio da realização da dieta da proteína, pois esta possui alto valor biológico, sendo que a mesma baseia-se em ingerir somente alimentos que sejam proteicos, ou seja, eliminando quaisquer carboidratos que estejam presentes no dia a dia de um indivíduo, permitindo que os estoques de energia baseiem-se no consumo de gordura ao invés de carboidratos, contrariando o processo normal do organismo, por isso é necessário seguir a dieta da proteína passo a passo, pois trata-se de um dieta de restrições bruscas.

A dieta da proteína ficou famosa no mundo inteiro por emagrecer rápido e sem passar fome. A dieta é baseada em consumir apenas proteínas e quase nada de carboidratos, com a intenção de surpreender o metabolismo, fazendo com que ele acelere a queima de calorias.

Para que esta dieta tornasse-se mais prazerosa e menos difícil em sua concretização, a mesma passou a ser dividida em etapas para facilitar a realização.

Na fase 1 Pode se comer 72 tipos de alimentos à vontade, que são proteínas puras como carnes magras, grelhadas, assadas ou cozidas sem adição de gordura, ovos cozidos, peito de peru defumado, iogurte natural ou desnatado, leite desnatado, queijo cotagge.

Na fase 2 Além da proteínas são acrescentados 28 vegetais, que também não têm restrição de quantidade, como tomate, pepino, rabanete, alface, cogumelo, aipo, acelga, berinjela e abobrinha.

Na fase 3 Pode-se comer um porção de carboidrato 2 vezes por semana, que pode ser arroz integral, macarrão integral ou feijão.

Na fase final A pessoa pode voltar a comer normalmente mas um dia por semana, deve fazer a dieta da fase 1, ingerindo apenas as proteínas puras.